Dicas e curiosidades sobre a vida em Malta

Era uma vez...mimimi

By 10:00 ,


Outro dia, lendo o blog da Karine do Ka entre nós, ela falou de uma injustiça de alguém sem ter o que fazer e que começou a ataca-la de graça.



Pensei comigo que sorte eu, escrevo o blog há 6 anos, ajudei tanta gente respondi milhares de emails, recebi muito presentes, muitos amigos, muitas tardes num café qualquer com conversa boa, imagina que uma dia alguém iria ter a 'bondade'de tudo isso?!

Mas aí quem muito se dispõe, ajuda e é legal, nem sempre recebe flores em troca, ao contrário, as vezes recebe espinhos, fofofcas graves e infundadas.

Porque do post? Se eu não parei de escrever no blog durante todo esse tempo, se eu contínuo dedicando tempo, respondendo as mesmas perguntas over and over. Não vão ser pessoas sem ter o que fazer que irão me desanimar.

Ao longo desses 6 anos só conheci gente bacana e quando não valia a pena, eu deixava passar. As vezes no caminho encontramos lobos com pele de cordeiro e até então eu não tinha tido o prazer de conhecer, já que aconteceu, a gente tira lição. Nada pode ser tão ruim que não de pra aprender algo.

Uma vez encontrei algumas mulheres que vivem em Malta há mais de 20 anos e não tem amizades com brasileiros, não quis acreditar até então como viver assim,as vezes faz bem estar com gente que fale a nossa língua, mas também faz bem ser seletiva, ser legal com todo mundo não dá, não pode, o que pode é respeitar o espaço de cada um, ajudar no que puder, mas no final das contas cada um no seu quadrado.

Espero não ver cenas dessas próximo capítulo.

E deixo vocês com a filosofia de Tati Bernadi (filosofia de banheiro público rsrsrs)




Leia também:

0 comments